Bianchini é um fenômeno…aparece com 2.2% dos votos na Pesquisa do Jornal Gazeta do Sul

O Jornal que ontem publicou a pesquisa de intenção de votos ao governo do ESTADO, publicou, hoje, uma pesquisa com os candidatos a deputados estaduais, mais votados em Santa Cruz do Sul.

A grande surpresa na região da Grande Santa Cruz, foi o Deputado Bianchini aparecer com 2.2% das intenções de votos no município;

Um claro fenômeno e que já da a letra do estouro que será a votação de Bianchini no Estado.

Se considerarmos que Heinze, como candidato ao governo do Estado, obteve 2.8%, na mesma Pesquisa, ele está – tecnicamente – empatado com BIANCHINI, que se projeta como um grande fenômeno estadual, dado ao seu trabalho sério, dedicado, sua honestidade e a lisura a transparência do seu mandato.

Bianchini se projeta para ser a grande surpresa deste pleito. Anotem o que eu digo.

Comentar no Facebook

URGENTE: TRF-4 Encaminha Recurso Que Pede Oitiva De Tacla Durán Para O STJ; SAIBA!

Clik Política

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, aceitou nesta quarta-feira (2) o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para remeter recurso ordinário em habeas corpus ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). A admissibilidade foi aceita pela desembargadora federal Maria de Fátima Freitas Labarrère, vice-presidente da corte. A defesa pede a inclusão do ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran como testemunha no processo que apura o recebimento de propina da empreiteira.

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), o petista recebeu um apartamento em São Bernardo do Campo (SP) e um terreno onde seria erguido o Instituto Lula, como vantagem indevida. Nesta ação, além de Lula, são réus o ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht; e o ex-ministro Antônio Palocci.

O pedido de inclusão do depoimento de Tacla Duran já havia sido negado pelos desembargadores do TRF-4 em fevereiro e também em abril.

O juiz Sérgio Moro recusou duas vezes a oitiva de Duran no processo. A defesa de Lula, porém, sustenta que o advogado afirmou na CPMI da JBS que tem informações e provas sobre adulteração de documentos nos sistemas da Odebrecht.

Os advogados dizem que documentos apresentados pela construtora no acordo de colaboração foram adulterados. O objetivo da defesa de Lula era de que Duran prestasse depoimento no âmbito do incidente de falsidade.

Portal Click Política com matéria do G1.

Comentar no Facebook

Justiça condena homem que desfilava com amante para humilhar a ex-esposa

Yahoo – Notícias

A Sétima Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) negou, por unanimidade, recurso a um homem que traiu a mulher. Ele foi condenado em primeira instância a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais à ex, por supostamente tê-la humilhado e exposto o caso publicamente.

De acordo com a ação ajuizada pela mulher, o pedido de divórcio, por parte dela, foi motivado pelos ‘frequentes casos extraconjugais que o homem mantinha publicamente’.

Ela alegou ter tido uma gravidez de risco agravada pelo comportamento do ex-marido e ao futuro óbito do bebê – nascido prematuramente e morto quatro dias depois do parto.

O juiz titular da 1.ª Vara Cível de Ceilândia, Domingos Sávio Reis de Araújo, do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, aceitou parcialmente o pedido da mulher e condenou o ex ao pagamento da indenização.

O magistrado destacou que para a condenação do homem ‘foi necessário um comportamento ilícito de sua parte que desborde dos limites do razoável, considerando os padrões de ética e moral, e que seja capaz de gerar efetivo dano ao outro’.

Para o juiz, ‘o réu não respeitou os deveres inerentes ao casamento, (…) teve relacionamento extraconjugal’, reiterando que ‘o fato de manter um relacionamento fora da constância do casamento, por si só, não é causa suficiente para ocorrer a reparação’, mas que ‘a publicidade do relacionamento extraconjugal impôs a autora um vexame social e ensejou humilhação que extrapolou o limite do tolerável’.

Na apreciação do recurso, os desembargadores entenderam que a condenação deveria ser mantida.

A sentença confirma que o não cumprimento da ‘fidelidade conjugal não implica, por si só, em causa para indenizar’ a ex-mulher, mas que o homem exibia-se ao lado de uma suposta amante em bares e restaurantes frequentados por familiares da ex, o que representaria uma situação humilhante e vexatória, segundo os desembargadores.

Comentar no Facebook

Dólar Dispara, bate R$ 3,55 e pode agravar crise no País

Por Claudia Violante (Reuters)

O dólar ampliou a alta e chegou ao patamar de 3,55 reais, o maior em quase dois anos, acompanhando o cenário externo em dia de expectativa pelo desfecho do encontro de política monetária do banco central dos Estados Unidos e que pode afetar o fluxo de recursos global.

Às 11:51, o dólar avançava 1,22 por cento, a 3,5503 reais na venda, depois de acumular alta de 6,16 por cento em abril, maior valorização mensal em quase um ano e meio.

Na máxima desta sessão, a moeda norte-americana foi a 3,5544 reais, maior nível intradia desde junho de 2016. O dólar futuro tinha alta de cerca de 1,20 por cento.

O Federal Reserve, banco central norte-americano, deve manter a taxa de juros nesta tarde, mas provavelmente incentivará ainda mais as expectativas de que elevará os custos dos empréstimos em junho, devido à aceleração da inflação e ao desemprego baixo.

De acordo com a corretora H.Commcor, qualquer indicação otimista do Fed além do que já é considerado sobre a atividade pode levar o mercado a “uma sensação ‘hawkish’ em termos de política monetária, seja para eventual guinada para um total de quatro altas de juros no ano, seja para uma condução mais agressiva no próximo ano”.

O Fed aumentou sua taxa básica de juros na reunião de 20 e 21 de março em 0,25 ponto percentual, para o intervalo entre 1,50 e 1,75 por cento. Atualmente, o banco central prevê outros dois aumentos dos juros este ano, embora número crescente de autoridades veja três altas como uma possibilidade.

Mais juros nos Estados Unidos pode afetar o fluxo global de recursos, tirando dinheiro de praças como a brasileira e encarecendo o dólar ante o real.

“Tudo gira em torno da decisão do Fed”, afirmou o operador da Spinelli Corretora José Carlos Amado.

No exterior, o dólar atingiu a máxima desde 29 de dezembro, a 92,655, ante uma cesta de moedas, e firmou alta ante praticamente todas as moedas emergentes, com destaque para a lira turca.

Internamente, os investidores também seguiam de olho no cenário político, a poucos meses das eleições presidenciais envoltas em grandes incertezas.

Apesar da alta do dólar a 3,55 reais, o Banco Central brasileiro ainda não anunciou intervenção no mercado de câmbio, por enquanto. Segundo profissionais, a expectativa era de que o BC role integralmente o vencimento de junho de swap cambial tradicional, equivalente à venda de dólares no mercado futuro. O volume total é de 5,650 bilhões de dólares.

Vencem ainda na quinta-feira 2 bilhões de dólares em leilão de linha, que é a venda de dólares com compromisso de recompra.

CLICK POLÍTICA

Comentar no Facebook

Trecho do Manifesto de 400 advogados brasileiros contra o juiz Sérgio Moro que desobedeceu decisão judicial do TRF1 e do STF

(….)
É preciso reafirmar, alto e bom som, que o advogado é indispensável à administração da Justiça, a ele é garantido tratamento igualitário perante os demais agentes do sistema, seja o membro do Ministério Público, seja o próprio magistrado, tudo como garantia do pleno exercício de sua atividade profissional na defesa dos direitos e garantias individuais daqueles que representa.
(…)

Comentar no Facebook

O amor enquanto herança de um legado paterno

Minha filhinha ficou uns dias comigo. Várias vezes conversamos sério. Ela é madura. Sabe tudo sobre a vida e a morte. Sabe sobre posses e bens. Sabe a diferença entre pobreza e riqueza. Sabe que estou doente. Sabe que vou deixá-la.

Nina se refugia dentro de mim. Dorme segurando meu dedo do pé. Desde que nasceu, criei-a num ambiente de muito amor, muito carinho e muito afeto.

A destruição era um scripit provável. Nina foi forjada no meio de uma tempestade. Aprendeu a sofrer e a incorporar a dor. Só quem a conhece e só para quem ela se abre – totalmente – é para mim. O resto é dissimulação.

Pois no sábado a noite, conversando com ela, perguntei que herança ela herdaria de mim, qual era o saldo de tudo.

Prontamente, na ponta da língua, Nina me veio com uma resposta surpreendente.

– Vou herdar de ti o amor, pai.

– O amor verdadeiro.

Nina surpreendeu-me ao extremo. O amor é uma herança abstrata, inquantificável. Porém, surpreende-me que ela tenha esse juízo de mim.

Ontem ela se foi. Seguiu seu destino, sem o pai, longe do pai. Nós que formamos a mais perfeita e simétrica relação de amor paterno, fomos condenados a vivermos separados em vida. Mas a herança que ela assumiu que herdará de mim é chocante.

Ela me disse que no Paraíso a gente poderá viver como pai e filha, juntos para a eternidade. Bobagem ou não, é um sonho que alimenta nossas almas, para não chorar, para conter as lágrimas. A fantasia, a arte para fugir da realidade.

Quando ela partiu, fiquei pensando em suas palavras, nunca tinha ouvido um filho dizer que herdaria do pai um valor assim tão subjetivo.

Deitei-me, olhei suas bonequinhas, seus brinquedinhos, sua caminha, suas roupas. Já interiorizei a morte de nossa relação me vida, já interiorizei a força de belzebu … Mas nem todas as forças de destruição e da maldade foram capazes de matar o alicerce mais bem fincado em nossos corações: o amor.

Percebi, então, que nada foi em vão, que pessoas boas tem gratidão em suas almas, minha filhinha é apenas uma vítima.

Deitei-me, ontem, pronto para tudo. Se Deus me levasse, porque vai me levar de um momento para outro, mas a certeza ficou, ficou uma semente, uma semente rara, não ficarão campos, gados, casas, terrenos, mas ficará o mais subjetivo dos juízos, o amor.

Assim, encerro está breve crônica. Uma crônica de um pai que deixou o amor como legado de uma herança paterna.

 

 

 

 

 

Comentar no Facebook