Evangélico discrimina evangélico

O Pastor Cláudio Cardoso disse que não tinha mais convite para o jantar de confraternização da igreja. O convidado, que é evangélico desde o ano 2000, afora ter a legitimidade de ser deputado federal, queria prestigiar os irmãos da igreja missionária. Mas o problema é que o outro evangélico não é do PP. Ele estava muito triste, porém, esta atitude reforça a crítica acerca do partidarismo da igreja. Coisa muito triste para todos os evangélicos e religiosos de todas as denominações.

Comentar no Facebook

Pedido o impeachment do General Mourão

O deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP) protocolou na última terça-feira (16) um pedido de impeachment contra o vice-presidente da República, citando “conduta indecorosa” de Hamilton Mourão.

“A nação não pode ficar à mercê dos maus governantes, da vaidade e do despreparo emocional daqueles que alçados a cargos de relevo se deslumbram com o poder”, afirmou Feliciano.

Um absurdo, uma atitude deplorável, o General MOURÃO é um probo, íntegro, honesto e exemplar político. Isso já perseguição. Torço para que este pedido de impedimento do General Mourão vá para a lata do lixo (da história) e da câmara.

É apenas um factóide para fazer média entre alguns evangélicos e discriminação intolerante contra o General, apenas por ser ele mação. A maçonaria é apenas uma filosofia de vida, não praticam o mal contra ninguém, são pessoas idôneas, respeitáveis. XÔ FELICIANO.

Comentar no Facebook

Em nome da honra

Allan Garcia, ex-presidente do Peru, deu-nos um exemplo de como se lava a honra de um homem. Preferiu estourar sua cabeça e ser exposto em vexaminosa situação. O que acorre no Peru não é diferente daqui.

Garcia dizia ser inocente. E inocentes, convictos, que cultuam a honra dos samurais, colocam a honra acima da vida.

Lembro-me de um episódio na prefeitura de Santiago, onde o gabinete foi marcado por sangue, suicídio e tragédia.

Tem gente que não aprendeu nada com a História e tem gente que não aprende nada com a História.

Comentar no Facebook

“Liberdade de expressão é um direito inviolável” – Presidente Jair Bolsonaro

O Presidente do País, Jair Bolsonaro, contrariando tudo que dizem contra ele, deu uma declaração em defesa de quem escreve e se manifesta, asseverando que a : “ liberdade de expressão é um direito inviolável”.

Pode ser que suas palavras façam eco em Santiago, terra dos inimigos da liberdade de expressão.

Eu não votei no Presidente Bolsonaro, agora quem sofre as perseguições que eu sofro, tendo sido humilhado a depor em Delegacia de Polícia, a pedido do Prefeito Tiago Gorski Lacerda e do Secretário de Gestão Éldrio Machado, por manifestações minhas, fui obrigado por ordem judicial a retirar matérias do meu blog, sofri uma perseguição nunca enfrentada por um jornalista em Santiago. é com muito alento que recebi esta posição do Presidente Bolsonaro, reconhecendo a liberdade de expressão como um direito inviolável.

Comentar no Facebook

Deputado Federal Marcelo Brum: “Meu nome está à disposição para concorrer a Prefeito de Santiago”.

Em diálogo com este blogueiro, o deputado federal Marcelo Brum fez uma revelação confirmando todas as expectativas locais. Segundo ele: “meu nome está à disposição para concorrer a Prefeito”.

Assim, com essa declaração do próprio Deputado, revela-se um fato novo na sucessão municipal. Ele é o novo, a nova política e o povo quer o novo e a renovação.

==

Também, soube da importante decisão do PT de lançar candidatos só na proporcional. Creio que o PT tem tudo para eleger dois vereadores.

Comentar no Facebook