Carreata e motociata pelo voto impresso e auditável será amanhã as 14 horas

Sharing is caring!

Nina está em Santiago até amanhã. Depois voltam as aulas. Convidei-a para ir na carreata pelo voto impresso. De pronto ela me pergunta: – Isso não tem a ver com o Bolsonaro?

Explico que não. O voto impresso é para todos os brasileiros, e o pai sempre apoiou isso antes, bem antes, do Bolsonaro, explico.

Não adiantou.

-“Eu sei o que é o voto impresso,” isso é coisa do Bolsonaro e não vamos e pronto”.

A carreata será amanhã, as 14 horas, com saída da frente da Igreja católica do Alto da Boa Vista e concentração na Praça Moisés Viana. Bolsonaristas do Heinze, entre os quais o alcaide municipal,  e de todos os matizes, até os trabalhistas locais do PTB, mais o esperado deputado Marcelo Brum, com sua escânea/show, farão a festa pelo voto impresso e auditável, que não passará na câmara … Não sei como a ala de Eduardo Leite, do PP local, fará para escapar da carreata.

Vou tentar convencer a Nina até a amanhã. A Dra. Cleonice, a boadrasta que ela tanto gosta, deve dar-lhe uns bons conselhos. Vamos ver a ela muda até amanhã.

O certo é que eu vou. Sou da ala trabalhista.

Amanhã, as 14 horas, todos na igreja católica do Alto da Boa Vista: os pobres podem ir a pé, pegam carona com os ricos, quem não tem carro, vai de moto, quem não tem moto, vai de bicicleta … e quem puder deve levar uma bandeira do Brasil.

O candidato santiaguense a deputado estadual pelo PTB está articulando tudo e comendo o mingau pelas beiradas junto com o médico José Francisco Shulte, candidato a deputado federal pelo PTB.

Só não entendi porque a concentração sairá da frente da Igreja Católica do Alto da Boa Vista … tinha que sair da frente de alguma igreja evangélica, os evangélicos são mais leais e fiéis a Bolsonaro que os católicos, que são quase todos ligados a teologia da libertação e sabidamente comunistas. Tá certo, não são todos, mas os evangélicos são mais confiáveis.

 

Comentar no Facebook