Sobre covardes e armações

Sharing is caring!

Certas pessoas acham que estão lindando com um covarde. Enganam-se,  pensando que eu me amedronto com armações. Lamento pelas pessoas que se prestam para isso.

Dias atrás, espalharam um boato de que eu fui preso em Ijuí, num hotel, pela Polícia Federal, um com uma mala com 250 mil dólares. Meu cliente ficou tão desesperado que chegou até a ver com a Polícia Federal, tal foi a intensidade do boato.

Bem, quanto a acusação de ontem, o Ricardo de Gasperi vai ter me pagar até as calças de danos morais. É um covarde que faz acusações levianas, seu blog não tem sequer endereço. Mas eu o conheço, sei onde mora e vai ser intimado. Sei também quem o alimenta. Divulgou um BO envolvendo uma adolescente que – por lei – deveria estar em segredo de justiça.

Quanto ao boato que eu estou fugido, que a Polícia está atrás de mim, esperem: estive na Polícia Civil ontem a noite, e hoje a tarde, nas duas delegacias.

Apresentei-me espontaneamente e me coloquei à disposição das autoridades. Um homem ser acusado é algo absolutamente normal. É a festas das vivandeiras, quem não tem o que falar de mim, então os revanchistas, ciumentos, invejosos, aproveitam esses momentos para fazer terrorismo e tentar enlamear minha imagem.

Tudo no seu devido momento será esclarecido.

Alerto aos bandidos, que eu sei lidar com estas situações, tenho sangue frio o suficiente para participar desses jogos. Minha voz, só se calará com minha morte. Sigam inventando, criando, armando … existem pessoas fracas que se abalam diante dessa sujeira toda, mas tenham certeza que não é o meu caso.

Mas de tudo isso, uma coisa é real. A coisa tá pegando e estão esperneando. Deviam relaxar, quem não deve não teme. E quem deve, teme.

Eu acho graça de tudo isso. Perdem tempo. Eu não vou mudar. Meus amigos continuam sendo meus amigos; esse pessoal que não gosta de mim, problemas deles, o que fazem ou deixam de fazer, nada me afeta. Minha consciência está absolutamente em paz. E eu, em harmonia.

Não sabia que eu rendia tanta fofoca. Acho que vou explorar esse meu lado de outra forma, pode ser que renda.

Comentar no Facebook

Deixe uma resposta