Tele-advogados

Sharing is caring!

Com o inexorável avanço da telemedicina, associado aos passos largos da telemática, soa estranho que os operadores do Direito ainda não tenham encetado esta reflexão.

O judiciário modernizou-se; os processos eletrônicos avançam. Até aqui em Santiago as Juízas já ouvem testemunhas por whatsapp.

É claro que o teledireito ou os tele-advogados já existem, na prática. O que falta é a normatização do que está cristalizado no consuetudinado.

Comentar no Facebook

Deixe uma resposta