Ao estúpido general Mourão

Sharing is caring!

O general, vice do capitão, deveria – pelo menos – ter lido a monumental obra do Historiador Sérgio Buarque de Holanda, RAÍZES DO BRASIL, escrito em 1936, ensaio que qualquer estudante raso de sociologia conhece.

Toda a insensatez demonstrada pelo general, afora desconhecer nossas raízes, destila preconceito, embute teorias racistas e demonstra o péssimo preparo da escola superior de guerra.

Se um general desconhece as raízes do seu próprio país, não é de estranhar que não tenham a mínima noção de democracia constitucional, teorias de poderes, concepções de Estado, formas e sistemas de governos.

Em resumo; um bronco. Broncos.

Por outro lado, prestou um desserviço a nossa luta pela igualdade. Defendemos que existe uma só raça na face da Terra, a raça humana. Ademais, levantar diferenças entre  brancos e negros, é um precedente perigosíssimo, que deve – sim – ser combatido.

Mas estamos vendo de tudo. Por um detalhe, não tivemos um príncipe de vice, defendendo a volta da monarquia, concorrendo dentro das regras republicanas, aliado dos militares que deram o golpe  … também … na monarquia.

O atual estágio de alienação e burrice da sociedade brasileira, chega a doer. E depois dizem que vivemos na sociedade do conhecimento.

 

 

Comentar no Facebook

Deixe uma resposta