Deputado tucano morre em queda de avião e as quentes do dia, com os escândalos do Capão do Cipó

Sharing is caring!

O deputado estadual Bernardo Ribas Carli (PSDB), 32 anos, morreu após a queda de uma aeronave no município de Paula Freitas, no sul do Paraná.

O acidente aconteceu por volta das 11h30 domingo (22). Dois pilotos também morreram na queda, segundo informa o G1.

Bernardo Ribas Carli cumpria o segundo mandato como deputado estadual. Ele é filho do ex-prefeito de Guarapuava, Luiz Fernando Ribas Carli, e irmão do ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho.

===

Capão do Cipó é a capital do escândalo. Depois do assassinato de Alacir Dessoe e esposa, a ação dos quadrilheiros contra Giovani, as prisões e identificações, oficiais de justiça na cidade intimando altas figuras, Ministério Público batendo na prefeitura por suposta fraude um concurso público e – agora – vem mais um estouro com a questão das drogas. E nem estou falando na ordem da quadrilha para matar uma criança na escola.

===

Ao classificar o PP no rol dos “tudo que não presta”. deputado Jair Bolsonaro enquadrou o PP do Rio Grande do Sul. Executiva estadual reagiu e deverá divulgar uma nota de repúdio terça-feira a noite. PP nacional fechou com Alkimin.

===

Jornalista mais famoso de Santiago vai ser vovô e aguarda com euforia o nascimento da neta.

===

Demissões na Folha de São Paulo, Veja quebrada, demissões na Globo e na Band, sinal que a crise bateu na grande imprensa do país. A crise no mercado do jornalismo não tem precedentes em nossa história.

===

Pesquisa corre em Santiago. Não é registrada pelo verifiquei no TRE. Deve ser para consumo interno. Se é que não é enquete. É entre Bianchini e Ruivo.

===

Lúcio do Prado, de Alegrete, está de dono das bases do PP, de São Francisco a Jaguari. É ruim para Ruivo, que custou muito para botar sua campanha na rua. Já, Junaro, é a unanimidade missioneira, de Bossoroca para fora, reina absoluto dentre o eleitorado do PP.

===

Chicão tinha uma visão do poder simbólico. Quando da eleição da URI, me disse: “se nós perder a eleição da URI, afeta minha campanha”. Estava certíssimo. Agora, o PP não tem como eleger Júlio Ruivo, que deverá fazer entre 10 a 14 mil votos. Com a área minada por fogo amigo, essa eleição é uma temeridade para o PP. Primeiro, não têm folego para arrumar 30 mil votos fora de Santiago. Segundo, Bianchini vai disputar palmo a palmo, dentro de Santiago, encostado na grande massa silenciosa. E fora de Santiago, construiu pontes que Ruivo e o PP não detém. Com Júlio Ruivo não se elegendo deputado estadual, e Bianchini se elegendo, o quadro se complica. Bianchini vem para prefeito em 2020. E o PP queimou seu maior nome. Mais prudente seria Ruivo não ir e não se queimar para 2020. Mas, pelo jeito, vai e será um desastre para o futuro do PP.

===

Depois de Cláudio Cardoso com as altas taxas de triglicerídios e glicose altos, a Enfermeira Gisele Ribeiro está com uma crise em sua diabete. Oremos por ambos.

===

Ari Sagrillo, vice do PP, usou me blog para cutucar o deputado Bianchini. De um tiro de arma de espingarda e recebeu um tiro de bazuca, Bianchini joga pesado.

===

Eu ouso dizer que a vitória de Bolsonaro, dentro de Santiago,  será avassaladora. É apenas uma constatação empírica minha, dado a grande quantidade de carros adesivados … só é um voto solto e não ideológico. Hoje eu estava indo almoçar com minha filhinha e vi um carro de Canoas (lamentei ter deixado meu celular carregando). Mas o carro umtinha adesivo de Rosseto e Bolsonaro Presidente. ENTENDA.

===

Aliás, a promotora de Justiça, Dra. Cleonice, já tinha comentado comigo e notória estranheza nas simulações onde Lula não aparece, seu eleitorado migra para Bolsonaro.

Comentar no Facebook

Deixe uma resposta