Herdeiros da Monarquia brasileira se rebelam por Príncipe Harry ter se casado com uma mulher divorciada e que transou com outros antes dele.

 

Jornal e site de Portugal, lux iol, teve acesso as fotos de “princesa”, Meghan Markle, numa praia de nudismo e deixou a Europa chocada, a realeza escandalizada e a direta conservadora católica e evangélica perplexa. Não sei se o pessoal da nossa direita bolsonariana toparia casar com uma mulher não virgem e que já frequentou praias de nudismo?
Casamento real: ‘Nunca autorizaria’, diz príncipe imperial do Brasil sobre bodas de Harry e Meghan

A BBC de Londres, em sua versão português, trás uma longa entrevista com os herdeiros do extinto trono imperial do Brasil.  Fica claro a  ideologia da família imperial, que defende o casamento católico com moças virgens. No caso de Meghan, ela foi deflorada por pessoa incerta e não sabida, já que ela revelou que não era virgem quando se casou a primeira vez.  Nas redes sociais o assunto virou meme* dos republicanos e anarquistas, que querem ver sangue.

Se dependesse do aval de Dom Bertrand Maria José de Orleans e Bragança, príncipe imperial do Brasil e segundo na linha de sucessão ao extinto trono brasileiro, o casamento real do príncipe Harry com a atriz americana Meghan Markle não aconteceria.

“Se o príncipe Harry estivesse se casando com uma princesa, ou uma mulher de família nobre, e não com uma divorciada, a satisfação dos britânicos seria muito maior e no mundo inteiro a repercussão também seria muito maior”, diz ele, que não foi convidado para o casamento, em entrevista por telefone à BBC Brasil.

“Todo casamento com príncipe, sobretudo no Reino Unido, tem repercussão. Sou católico e como católico não posso ver com bons olhos o casamento de uma divorciada. Isso é contra os princípios católicos. Nunca poderia aprovar este casamento, sob pena de não ser corente com a minha fé”, acrescenta.
A visão conflita com a manifestada pelo próprio líder da Igreja Católica em abril de 2016. Na ocasião, o papa Francisco fez uma exortação apostólica afirmando, entre outras coisas, que os divorciados que voltam a se casar “podem viver e evoluir como membros ativos da Igreja”.

Autorização

No último sábado, a rainha Elizabeth 2ª, do Reino Unido, deu aval ao casamento de Harry com Meghan. Uma decisão do Parlamento britânico de 2013 determina que, se o noivo ou a noiva forem um dos seis na linha de sucessão ao trono britânico, a soberana precisa aprovar oficialmente a união antes.

Foi justamente o casamento com uma divorciada que gerou uma crise constitucional na coroa britânica em 1936. O então herdeiro do trono, Eduardo 8º, decidiu se casar com Wallis Simpson, uma americana divorciada do primeiro marido e em processo de divórcio do segundo. Pressionado, ele acabou abdicando da sucessão em favor do irmão mais novo, Jorge 6º, pai da Rainha Elizabeth 2ª.

Dom Bertrand de Orleans e Bragança

“Sou católico e como católico não posso ver com bons olhos o casamento de uma divorciada”, diz Dom Bertrand

Monarquia x República
Na avaliação de Dom Bertrand, a monarquia “custa muito menos do que uma república”.
“O custo de uma república é incomparavelmente superior a um custo de uma monarquia. Só pensar no custo de uma eleição presidencial a cada quatro anos. Monarquias são muito mais sóbrias, custam muito menos à nação e atraem muito mais turistas. Os benefícios são muito maiores do que os custos”, argumenta.

“O Brasil estaria melhor com a monarquia. Hoje, não se encontra um brasileiro que diga de boca cheia que a República deu certo”, acrescenta.

No Brasil, a monarquia foi extinta com a proclamação da República, no dia 15 de novembro de 1889.

Por que a família real britânica desperta tanto interesse no mundo?
Tudo o que você queria saber sobre o casamento de Harry e Meghan – e tinha vergonha de perguntar

Para Dom Bertrand, no entanto, a República “fracassou”.

“Com o fracasso da República, os brasileiros estão se perguntando: valeu a pena? Todos os brasileiros se lembram do regime de Dom Pedro 2ª, da estabilidade e do progresso, muito diferente do caos atual da República”.

Após o fim da ditadura militar e a posterior redemocratização do país, houve, em 1993, uma consulta popular para decidir a forma e o sistema de governo no Brasil. Apenas 13% dos eleitores votaram pelo retorno da monarquia.
Questionado pela BBC Brasil, Dom Bertrand diz que não houve “igualdade de condições”.

“Se tivéssemos igualdade de condições, os resultados seriam totalmente diferentes. Tivemos anos de deformação da história pelos governos republicanos. Havia toda a máquina do governo republicano contra. Toda a grande imprensa contra”, enumera.

Leia a entrevista completa
http://www.bbc.com/portuguese/brasil-44172873?SThisFB

 

“*Meme é um termo grego que significa imitação. O termo é bastante conhecido e utilizado no “mundo da internet”, referindo-se ao fenômeno de “viralização” de uma informação, ou seja,qualquer vídeo, imagem, frase, ideia, música e etc, que se espalhe entre vários usuários rapidamente, alcançando muita popularidade”.

 

 

Comentar no Facebook

Associação Brasileira de Juristas para a Democracia

A ABJD e o Poder Judiciário
“Depois de dois anos de intensos debates, incontáveis encontros e firmes movimentos em defesa da democracia, fez-se nascer a Associação Brasileira de Jurista para a Democracia – ABJD, com data de fundação política marcada para o dia 26 de maio de 2018”
Por Cezar Britto

Comentar no Facebook

O país começa a parar, não é alarmismo, é tudo muito grave

A grave dos caminhoneiros, embora comece amanhã, já está com piquetes formados a partir da tarde deste domingo. É uma greve sem precedentes e visa derrubar o presidente Michel Temer. A ideia é parar o abastecimento e trancar tudo nas cidades. Será a a maior de todas as greves na história recente do país.

Os metroviários param os trens a partir de terça-feira. A grande Porto Alegre  e a capital gaúcha vai virar um caos.

A partir de amanhã os auditores-fiscais da receita federal param tudo, não liberam mais nada. Alfândegas, tudo parado. Portos e escoamento da produção … tudo parado.

Acabei de ler a circular do MST … vão iniciar bloqueios em várias rodovias do país.

Pode ser o início de uma grave geral … consequências imprevisíveis a partir de agora.

Sugiro que se façam estoques de alimentos, de água potável (fervida) que saquem dinheiro vivo dos bancos (quem tem)… na dúvida, nunca se sabe.

Comentar no Facebook

Greve nacional dos caminhoneiros promete parar o país a partir dessa segunda-feira

Jonas Valente – Agência Brasil/Sul 21

A Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCam) convocou paralisação geral nacional a partir da próxima segunda-feira (21). A entidade cobra do governo federal medidas para mitigar o impacto do aumento do diesel, como a isenção de tributos. O anúncio foi feito hoje (18) em nota após o governo federal não atender às demandas apresentadas.

“O aumento constante do preço nas refinarias e dos impostos que recaem sobre o óleo diesel tornou a situação insustentável para o transportador autônomo. Além da correção quase diária dos preços dos combustíveis realizada pela Petrobrás, que dificulta a previsão dos custos por parte do transportador, os tributos PIS/Cofins, majorados em meados de 2017, com o argumento de serem necessários para compensar as dificuldades fiscais do governo, são o grande empecilho para manter o valor do frete em níveis satisfatórios”, diz o comunicado.

No início da semana, a ABCam enviou ofício ao governo federal. Nele, apontou que os caminhoneiros vêm sofrendo com aos aumentos sucessivos no diesel, o que tem gerado aumento de custos para a atividade de transporte. Segundo a associação, o diesel representa 42% dos custos do negócio. Citando dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), a organização afirma que 43% do preço do diesel na refinaria vem do ICMS, PIS, Cofins e Cide.

No documento, a entidade reivindicou a isenção de PIS, Cofins e Cide sobre o óleo diesel utilizado por transportadores autônomos. A associação também propõe medidas de subsídio à aquisição de óleo diesel, que poderia ser dar por meio de um sistema ou pela criação de um Fundo de Amparo ao Transportador Autônomo.

No ofício, a entidade estabeleceu o prazo até hoje, às 18h, para receber uma resposta do governo. Como não houve retorno, anunciou a paralisação a partir das 6h do dia 21. Procurada pela Agência Brasil, a Casa Civil da Presidência da República respondeu que “o governo recebeu o ofício e mantém diálogo com os representantes da associação”, mas não detalhou se atenderia às demandas apresentadas ou se adotaria alguma medida sobre o tema.

Comentar no Facebook

Advogado criminalista Julio Cesar Rodrigues já está atuando em Santiago

Doutor Julio Cesar Rodrigues, criminalista, agora atuando em Santiago, em nosso Escritório, amplo domínio em crimes eleitorais, experiente advogado de partidos políticos; integrante da equipe do Dr. Francisco Assis e Silva, coordenador jurídico de José Batista Júnior, um dos donos da Friboi/JBS e irmão mais velho de Joesley e Wesley Batista. Irmão da Promotora de Justiça de Passo Fundo Dra. Cleonice Rodrigues Aires e cunhado do Juiz Luiz Christiani Enger Aires, vem de uma família ligada ao mundo jurídico. 

Julio Cesar Rodrigues é aqui da região. Nasceu em Tupanciretã, onde até hoje moram seus pais. Inscrito na OAB-MT sob número 6166, seu irmão é proprietário de terras em Cáceres/MT.

Julio foi colega de aula, em São Vicente do Sul, de Guilherme Bonotto, sendo que são amigos até os dias atuais.

Com a separação coonjugal, Dr. Julio optou por voltar para região. Segundo ele “é muito mais próximo dos meus pais eu advogar em Santiago”.

Dr. Julio Cesar Rodrigues foi advogado da Friboi/JBS e atuou em ações de  José Batista Júnior, irmão mais velho de Joesley e Wesley Batista;  atuou em 12 Tribunais diferentes do país e grande conhecedor de crimes eleitorais e ambientais.

Criminalista, com uma bagagem de longos anos, Dr. Júlio vem de uma família ligada ao meio jurídico. Sua irmã, Dra. Cleonice, é Promotora de Justiça em Passo Fundo e seu cunhado é Juiz de Direito também em Passo Fundo. O presidente da OAB de Tupanciretã é casado com a irmã de Julio Cesar Rodrigues.

”Eu sempre fui muito ligado em Santiago, tenho vários clientes aqui, especialmente na defesa de supostos crimes ambientais, enfim, toda nossa família tem raízes na região”.

“Por outro lado, orgulha-me muito a parceria com o xará Julio César Prates e creio que – juntos – temos como conjugar esforços e dar uma boa contribuição ao direito e prestigiar nossa comunidade jurídica. É evidente que eu sigo com meus clientes, quase todos em nível de tribunais, mas sou por uma vida mais bucólica, gosto do interior, e aqui sempre me senti bem, tenho grandes amigos, enfim, creio que tudo conspira para a efetivação de um grande trabalho”.

Para falar com o Dr. Julio Cesar Rodrigues use o telefone 55 99641.2250 ou fale pessoalmente com ele na Rua Barão do Ladário, 1836, esquina com a Dr. Rivota, no Escritório Prates. e-mail do Dr. Júlio jcrodrigues6166@outolook.com

 

 

 

 

 

 

Comentar no Facebook

Em Entrevista Jair Bolsonaro Dispara; A “Amazônia Não É Nossa;” CONFIRA!

Em entrevista ao site do jornal El País, o pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) sinalizou que pode vender a Amazônia para os estrangeiros caso seja eleito presidente. “A Amazônia não é nossa”, declarou, defendendo a abertura da região para exploração. A declaração foi feita em Natal (RN), onde o pré-candidato se declarou nordestino e oustider.

“Aquilo é vital para o mundo”, disse ainda o deputado federal. “A Amazônia não é nossa e é com muita tristeza que eu digo isso, mas é uma realidade e temos como explorar em parcerias essa região”, acrescentou.

Bolsonaro acredita que tem eleitores que “escondem” que votarão nele e que por isso passará do 20% de votos nas pesquisas, e chegará ao segundo turno “se não der nenhuma canelada”.

Comentar no Facebook