Piauí, onde mulheres estão mudando de time por falta de homens heteros

Blog – Leia Parnaíba

Aqui a fartura de mulher não é problema. São 13 mulheres para 1 homem. Mas a escassez está fazendo cada vez mais garotas pular de time; elas estão namorando entre elas.

Em uma rápida pesquisa feita pela Universidade de Teresina pode-se constatar que cada vez mais garotas estão optando por se relacionar com garotas.

Além do motivo da falta de homem no mercado, elas também falam que encontram nas parceiras a sensibilidade que não encontram nos homens.

Comentar no Facebook

Sistema S

Bolsonaro e Paulo Guedes anunciam que vão meter a mão no sistema S.

Em Santiago, o SEBRAE é altamente ligado a bolsonaristas.

O prefeito Tiago Lacerda é um dos ligadíssimos ao SEBRAE.

Não entendo porque meterem a mão num aparelho de aliados.

Sei pouco pelo SEBRAE, mas sei que paga-se bem por palestras e cursos.

Vamos aguardar para ver o que surge do novo governo e as revelações acerca do custo das palestras.

Comentar no Facebook

Triste caos

A crise que afeta nossa região não tem precedentes. Salvo o setor de agricultura, todos se ressentem da crise. O cruel foi que ela atingiu em cheio nossa URI.

E é claro e evidente que tal crise não tem a ver com gestão. È uma crise estrutural ampla cujos reflexos atingiram os alunos e suas famílias.

Contudo, sendo a URI uma universidade comunitária, a discussão e o debate deveria ser público, aberto, até em busca de soluções. O fechamento, nesse momento, conspira contra a própria instituição.

A atual gestão está sendo heróica, enxugando a folha, demitindo gente, cortando horas e benefícios. Ademais, existe um esforço redobrado na busca e captação de alunos. Nesse contexto, insere-se a proposta de abertura do curso de veterinária.

Se um lado é verdade que o debate público pode afugentar clientes/alunos, por outro, as notas que correm nas redes sociais, dando conta de listas de enxugamento e demissões, retratam uma cruel realidade, especialmente para a época.

A crise do ensino superior começou muitos anos atrás. A nossa URI foi atingida pela massificação dos cursos EADs, sendo que só agora a direção reconheceu e entrou para esta modalidade de ensino. Somou-se a política do expansão do ensino superior especialmente nos governos Lula e Dilma e conspira, agora, as dificuldades de acesso ao créditos educativos. Tudo isso somado, resultou numa crise que afeta a URI e praticamente todas as instituições congêneres no país. Aliás, a crise da educação superior anda junto com a crise da saúde.

Creio, honestamente, que era necessário abrir um debate, pois as perspectivas com o governo Bolsonaro não são boas, até pela visão de investir no ensino infantil e nas primeira séries do ensino fundamental.

Pior será a surpresa.

Comentar no Facebook

Felipe Neto explica como é atacado por Fake news

O maior youtuber do Brasil, com 25 milhões de seguidores, está em guerra aberta com os bolsonaristas. Vejam as reflexões do jovem youtuber: P.S.: Eu só conheci o Felipe Neto pela minha filhinha, Nina, 8 anos, que é fã do youtuber. Assisti seus vídeos, e ele é excelente …

 

Comentar no Facebook